Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Janeiro, 2012

When you're strange...

Há dias em que sinto que não encaixo em lado nenhum. Mas há outros dias, a maioria dos dias ultimamente, em que gosto de ser assim meia estranha, acho até divertido sentir-me meia deslocada e acho interessante. Sempre achei piada àquelas personagens dos filmes que eram diferentes, de diferentes formas. Mas há sempre aquela personagem que, não sendo super linda e inteligente, nem chamando a atenção de todos por nenhuma razão especial, é uma personagem interessante. Eu gosto disso. E gosto de me sentir assim. Conheçoa algumas pessoas a que eu chamaria de "estranhas" que são assim e eu gosto. Conheço pessoas que parecem "estranhas" mas no fundo não são.  Eu gosto de pessoas estranhas, porque são diferentes, cada uma à sua maneira. Pensam por si próprias, desenvolvem ideias, agem e estão com as pessoas sem pensar no que as outras pessoas pensam. Eu gosto disso.  Se calhar todos somos estranhos à nossa maneira. Eu gosto deste tipo de estranheza mais do que as outras. G…

Renovada?

Há tanto tempo que não vinha aqui. Tinha vontade de escrever, mas nunca cheguei a vir ao blog escrever, ficava-me só pelos pensamentos. A verdade é que passei uma fase meia estranha. Não digo má, porque por mais que eu na altura achasse que sim, ela não foi má, foi diferente e eu sofri um pouco, mas também cresci e aprendi e fiquei a conhecer-me mais e melhor. Se calhar essa fase ainda não passou, acredito que não. Mas hoje acordei e senti-me mais feliz e isso é que me importa. Começo a sentir-me mais eu, com mais força e energia e sinto-me tão bem. Quero continuar assim e isso, eu sei, só depende de mim. E sei que, mais cedo ou mais tarde, encontro o meu equilíbrio, apesar de tudo. Precisei bastante de estar sozinha, ainda que por vezes isso ainda me fizesse sentir pior, porque sentia-me só. Mas também me fez bem para pensar e perceber-me melhor, perceber o que quero para mim e onde quero chegar. Ainda não sei tudo isso, nem quero saber tudo, mas tenho um caminho a seguir (depois posso …

Estou viva! :)

Bem, ao tempo que não escrevo aqui. Acho que estou num momento de mudança e sinto-me bastante confusa e várias dimensões da minha vida. Sim, aquela crise que passamos na adolescência basicamente eu estou a passá-la agora. Não acho que seja algo negativo, mas é diferente e às vezes confuso e estranho, mas outras vezes divertido e surpreendente, portanto, vou tentar aproveitar esta maré e procurar-me e encontrar-me de diversas formas. Perceber melhor afinal quem sou eu e o que quero para mim. Àqueles que faço sofrer um pouco com esta confusão toda que está a minha vida, peço desculpa, mas a vida é mesmo assim e às vezes precisamos de tirar férias de nós próprios e dos outros. Precisamos de parar, carregar no 'pause' e relaxar. É isso que vou tentar fazer.