Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Janeiro, 2011

Pelos Direitos dos Animais!

Fui porque acho que merecem todo o nosso amor e respeito. Estes nosso amigos, dão-nos tudo o que têm, entregam-se e, a verdade, é que não são nada exigentes e dão agradecem a cada instante o lar onde vivem, a comida na sua tacinha e uma festinha, duas, três, todas as que quisermos, o amor que temos para dar é sempre querido por eles. Além disso, também se alegram com a nossa alegria e sofrem as nossas dores. São capazes, mais do que muitos humanos, de uma paciência e lealdade incríveis e, mesmo quando estamos doentes, não nos abandonam, mas deitam-se ao nosso lado, na cama, como que a dar-nos um beijo na testa e relaxando-nos. E é por tudo isto e muito mais que não compreendo como, às vezes, somos capazes de tais atrocidades com os animais. E é por estas atitudes (des)humanas que não compreendo como somos capazes de nos auto-intitularmos seres superiores, porque de facto os nossos comportamentos só mostram a nossa inferioridade, baixeza e ignorância. Não acho que sejamos superiores, m…

Voluntariado

Já o disse e também já ouvi dizer e, realmente, acredito. Voluntariado é um forma de estar na vida, é um estilo de vida e, até agora é um estilo de vida que se ajusta a mim, serve-me, sinto-me bem com ele e não sei muito bem viver sem ele. Infelizmente, não posso permanecer para sempre em todos os sítios, mas lembro-me deles e sinto-me sempre ligada a eles, não me esqueço. Das duas instituições onde estive guardo recordações únicas e relações que espero que se mantenham sempre. Conheci pessoas com vidas completamente diferentes da minha, com mais ou menos dificuldades, com mais ou menos alegrias, mas com muita magia. Guardo todos no meu coração e pretendo continuar em contacto. O ano passado comecei a fazer outro tipo de voluntariado. Acho que a minha vida mudou muito, tenho uma perspectiva muito diferente do mundo, graças a esta menina e à sua família e a todos os envolvidos na criação do Vencer Autismo. Comecei a fazer voluntariado com uma menina autista, seguindo o método Son-Rise. P…