Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Novembro, 2010

Paixão

Sei que a maioria das pessoas diz que a paixão é temporária, o que importa mesmo é que exista o amor verdadeiro e companheiro. Mas, desculpem-me, eu cada vez concordo menos com isto. Cada vez acredito mais que a paixão é realmente importante e completa o sentimento de amor. A paixão é todo o desejo, impulso, fogo que sentimos pelo outro; o amor é mais calmo, mais estável até, por isso é que muitas vezes amamos, só que a paixão não está lá, o que faz com que algo não esteja bem, sentimos que falta algo, sem saber bem o quê. É preciso que se cultive a paixão, que se vá alimentando a fogueira, porque esta paixão foi muitas vezes aquilo que nos fez dar o primeiro passo, atirar de cabeça. Esta paixão foi aquele desejo súbito de estar com o outro, de nos entregarmos, mesmo que sem segurança nenhuma, sem nada que nos dissesse "é para valer" ou "vai dar tudo certo". Esta paixão é a vontade pura e primeira do outro, da sua pessoa e do seu corpo. Acredito que é, frequentemen…

Força

Todos temos momentos de fraqueza. Por mais fortes que nos sintamos e que acreditemos que somos, não podemos negar a nossa vulnerabilidade, os nosso limites. Acredito que é melhor reconhecê-los do que ignorá-los porque depois, na altura em que nos deparamos com as nossas fraquezas, o choque é maior, bem como a frustração e o sentimento de impotência. Sempre acreditei que era forte, ultimamente tentei evitar determinados obstáculos, medos, achando que assim  poderia ultrapassá-los. ("Olhos que não vêm coração que não sente"). Queria apagá-los, fazê-los desaparecer. Não resultou, porque durante todo o tempo em que os ignorei eles estiveram lá e foram crescendo sem eu dar conta; o tempo passou e várias outras situações se foram juntando e formando uma grande bola de neve. Ora, se eu não tinha forças  para enfrentar o problema no início, agora sentia-o 10 vezes mais forte do que eu. Era de mais. Não, eu não consigo aguentar isto. Rebento. Deveria ter reconhecido esta fragilidade ma…
Num dia somos donos do mundo, temos tudo, possuímos todas as riquezas do mundo. No outro, estamos sós, não somos nada, temos os bolsos e o coração vazio. É assim a vida. Nem são precisos dias, bastam horas. O importante é que não se perca o sonho, a esperança de voltar a alcançar aquilo que realmente queremos e somos.
(insónias)