Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Setembro, 2011

Desculpa

Às vezes não percebo porque não somos capazes de dizer exactamente aquilo que sentimos. Eu sinto que não estou a conseguir fazê-lo, porque sinto medo de como me vou sentir depois e do que vou provocar na outra pessoa. Sofrimento. E eu não sei lidar com a ideia de que o direi magoará outra pessoa. Pior, não vai magoar uma pessoa qualquer, mas uma pessoa que é muito importante na minha vida! Que foi durante muito tempo o meu apoio, o meu porto seguro, a minha vida. Eu não sei lidar com a ideia de não te ter depois, apesar de saber que tenho de te dizer o que sinto. Tenho medo também de te perder. De deixar de te ver, de ter a tua companhia... Sei que isso me vai custar muito, mas isso não é desculpa para não te dizer o que realmente sinto. Eu não sei lidar com o facto de te ver chorar à minha frente e não ser capaz de fazer com que páres e deixes de te sentir triste. Porque gosto muito de ti e só te queria ver feliz e não suporto a ideia de te fazer sofrer. Mas acredito que de outra manei…

Para ti

Independentemente do que possa acontecer entre nós, há coisas que eu gostava de te dizer.
Gostava mesmo que soubesses que és e foste uma pessoa muito importante para mim, alguém que me marcou muito e pela positiva. Eu sei que a nossa relação é diferente e muito especial. Não foi fácil, foi preciso lutar muito e contra muita gente. Eu sei que realmente te amei muito, como nunca amei ninguém e sei que és especial para mim. Isso já ninguém me tira. Nem ninguém nos tira os momentos fantásticos que passamos quando nos conhecemos. As aventuras, os sorrisos e brancadeiras tão naturais! Eu não tinha dúvidas que tinhamos de ir mais longe que tínhamos de lutar, sem desistir à primeira. Sinceramente, acredito que não tens noção do quão especial és para mim. Eu não sei bem oq ue nos vai acontecer daqui para a frente. Sei que a responsabilidade é minha pois fui eu que coloquei (mais uma vez) a nossa relação em dúvida, pois o amor que sentia se perdeu. Mas sei também que não conseguia viver mais a te…
Eu sei. Sei que não estou bem. Sei que luto todos os dias para me sentir um pouco melhor ou para fingir que estou aos poucos a voltar ao normal. E, às vezes, acredito que realmente estou a conseguir. Mas é uma ilusão. Nunca consigo o equilibrio. Ando sempre no oito ou oitenta. Nunca saio disto. Já disse a mim própria vezes sem conta "Hoje acabo com isto", "Hoje vou mudar", É Hoje". Mas nunca é hoje, nem no dia seguinte. Nunca é dia para mudar para mim. E sinto-me como um viciado que quer parar o vício, mas volta sempre, pois é mais forte do que ele. Sinto-me fraca. Sinto que não tenho controlo sobre a minha vida e quero manter-me ocupada, para não ter tempo de pensar em nada, para não ter tempo para reparar em mim e no quanto não me sinto bem nem confortável comigo própria. É preciso ter energia, positivismo e aceitar pequenas conquistas. Eu sei, sei tudo isso, sei que temos de seguir passo a passo, com paciência e persistência... Sei. Mas tenho os meus dias. Nes…