Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Dezembro, 2014

Casa.

Ando perdida, sem casa. Tenho um lugar no qual entro e posso dizer "estou em casa", mas não tenho um lugar onde entre e me sinta em casa. Às vezes esquecemo-nos que são duas coisas diferentes. Não me sinto em casa em lugar nenhum, não há quatro paredes e um teto que me façam sentir assim. Entro em casa e falta-me o conforto, sei que não é para lá que quero ir, porque não é a minha casa. Não há um sítio que seja a minha casa e isso inquieta-me. Em contra partida, tenho pessoas na minha vida que me fazem sentir em casa. Dão-me calor, carinho, segurança e apoio sempre que faz frio lá fora. Quando o mundo me empurra para baixo, quando chove na minha vida, quando há tempestades por todo lado, procuro o meu teto junto dessas pessoas. A minha casa está em todo o lado e em lugar nenhum. Está onde as minhas pessoas estiverem e nem sempre elas estão perto, por diversas razões, mas conseguem sempre, sempre, sempre, aconchegar-me os cobertores, desligar a luz e desejar-me uma boa noite e…

A minha vida dava um filme...

A minha vida dava um filme. Ou se calhar não dava, mas às vezes, gosto de imaginar que é como se fosse. E eu sou uma daquelas personagens estranhas do filme, que quase que passam despercebidas e andam sempre meias perdidas. Uma personagem de espírito melancólico e livre. Uma personagem que está sempre longe e que não sabemos definir, porque ela também não se consegue definir. Ela é meio mistério, e o mundo também é para ela um grande mistério. Não se encontra em lado nenhum e tem dificuldade em entender muito do que se passa à sua volta, porque é que as pessoas tendem a interpretar as coisas com tanta maldade, porque é que se complica tudo, porque é que não aproveitamos o momento a cada momentos ou porque é que nos limitamos tanto. Tem dificuldade em entender o mundo e também dificuldade em entender-se a si própria. Ela não sabe porque é que tantas vezes se sente triste e apática, porque é que por vezes se alimenta da melancolia e da beleza que vê nesse sentimento.  Ela não se conhece,…