Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Maio, 2013

Passear e Pensar Sozinha.

Às vezes, gosto de passear sozinha. Às vezes, com auriculares a ouvir música, outras vezes não. Gosto de ir por ali fora e pensar nas coisas. Gosto de me sentar no metro, à beira da janela e ver a paisagem, ver as ruas, as pessoas, tudo a passar àquela velocidade. Gosto de ficar ali a olhar e a pensar em várias coisas. Hoje foi um desses dias.
Não sei se foi pela música que estava a ouvir, ou por outra razão qualquer. Fiquei um pouco melancólica. Fiquei a pensar no que realmente eu ando à procura. No fundo, no fundo, acho que não procuro nada. Mas, de vez em quando sinto falta de algo e não sei bem o que é. Acho que tem algo a ver com o amor, mas não sei, porque quando penso nisso não sei bem o que quero. Quero uma relação séria com alguém? Quero algo sem compromissos? Não quero ninguém? Pois, não sei.
Eu tenho muitos problemas ou preconceitos em no que toca a relações sérias, mas também não tenho nada contra relações sem compromissos. Acho que o importante é a sinceridade sempre. Mas o…
Um dia ele disse-lhe que a queria.
Um dia ele disse que se tornariam um só.
Um dia ele sussurou-lhe ao ouvido.
Um dia ele fê-la sentir-se especial.
Um dia ele abraçou-a.
Um dia beijou-a.
Um dia ele disse-lhe que ela era tudo para ele.
Um dia ele gostou dela?
Um dia ele amou-a?
Um dia...
Um dia tudo isso foi verdade
No outro tudo isso virou mentira?

Um dia tudo o que ele disse
fez
deixou de fazer sentido.

Um dia ela teve de digerir todas essas mudanças.
Um dia ela teve de aceitar que ele era outra pessoa.
Que era outra pessoa, que teria outra pessoa.
Um dia ela teve de aceitar que para ele, ela era apenas uma pessoa
no meio de tantas outras.
Um dia ela terá de olhar nos olhos dele
e perceber
que não foi nada.
Um dia ela terá de perceber que tudo o que um dia ele
disse, fez ou foi
não passou de algo que ela criou
na sua cabeça.
Um dia ela vai cair em si.
Um dia eles vão encontrar-se e pôr um ponto final
naquilo que um dia foram.

Hoje não me sinto.

A cada dia que passa sinto-me mais próxima de quem eu sou. Sim, mesmo com altos e baixos, sei que estou mais perto dos meus objetivos, sei que estou no meu caminho e sinto-me mais próxima de mim.
É uma fase nova, apesar de não ser uma fase assim tão recente, mas todos os dias tenho de me adaptar um pouco e, às vezes, sinto saudade.
Não sinto saudade de nenhuma pessoa em concreto, mas sinto saudade do amor, saudades das borboletas no estômago e do coração acelerado. Sinto saudades de coisas simples. Sinto-me feliz por ver isso noutras pessoas, e ao mesmo tempo quando as ouço encontro uma certa melancolia. Como se me faltasse algo.
Às vezes, as pessoas estão a falar e eu fico a olhar o vazio, vou de carro e vejo as casas a passar, as pessoas a passar, a estrada...as vozes ao longe. Às vezes, perco-me no meu pensamento. Tento perceber de que é que estou à procura, porque é que me perdi, onde estou. O meu olhar fica lá ao longe, a pensar... As pessoas falam das suas vidas, do que está bem, d…