Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Abril, 2015

humores e apatias

Todos querem que eu explique, que dê uma justificação, uma resposta que faça açgum sentido para explicar esta apatia, esta tristeza. Para explicar este nada. Mas até a falar eu sinto um vazio. Não tenho resposta. Gostava de me entender, que me entendessem. Gostava que inventassem um tradutor para os sentimentos que não entendemos. Gostava que, de alguma forma, entrassem no meu cérebro e pudessem reproduzir em sons e imagens os meus pensamentos. Tenho a certeza que seria assustador para algumas pessoas, mas facilitaria tudo.  A minha apatia e tristeza não fazem sentido e isso ainda piora tudo. Elas surgem do nada e eu, fraca, apanhada desprevenida, deixo que me controlem. Como explico a alguém que me viu cheia de sorrisos ontem à noite no meio dos amigos que na verdade onde me sinto bem ultimamente é deitada, encolhida sobre mim, na minha cama, tapada pelo edredon? Como é que explico às pessoas que hoje sou a rainha do mundo, capaz de tudo, vibro de ideias e energia e amanhã dou por mim…

Cartas para ti XI

Desculpa. A culpa é minha devia ter-te avisado antes. Mostrei-te quem sou, mas talvez tenha deixado aparecer mais o que é mais feliz e tranquilo. Esqueci-me de te falar das sombras. Não porque te quisesse esconder algo, simplesmente não quis pesar-te e quis aproveitar cada momento nosso com sorrisos e não com monstros da minha cabeça. Mas sim, existem sombras e momentos maus. Desculpa. Volta e meia é possível que não me reconheças. Volta e meia não vou querer sair da cama, nem que me prometas a paz do mundo. Vão haver dias como o de hoje. Talvez pior. Dias em que a voz me foge e só quero encolher-me, tornar-me o mais pequenina possível e se possível desaparecer para ninguém me encontrar, nem mesmo tu. Dias em que vou querer não sair do meu casulo nem deixar ninguém entrar. Dias em que vou querer gritar, chorar e revoltar-me contra algo que não existe. Dias em que vou sentir-me miserável, sem razão aparente. Dias em que a motivação e o brilho nos meus olhos vão morrer, vai ficar apenas …